Preloader

Durante o evento Supanova, que aconteceu hoje (18/06) em Sydney, na Austrália, o ator Chris Hemsworth, que faz Thor no Universo Cinematográfico Marvel, foi questionado durante um Q&A sobre uma cláusula dos atores que assinam com a Marvel Studios, onde os proíbe de estrelarem produções que envolvam material da DC Comics, a sua maior rival atualmente, seja nos quadrinhos, ou nos cinemas.

Não é segredo para ninguém que Marvel e DC nos cinemas não se misturam e que atores que estiverem ligados aos filmes de uma editora dificilmente serão vistos em produções da outra.

Segundo Hemsworth, todos os atores do MCU assinam uma cláusula contratual onde são proibidos de participar de qualquer produção da DC, mesmo depois de sua contribuição com a Marvel ser encerrada. Ou seja, mesmo que o contrato acabe e não seja renovado, como – até o momento – é o caso do Chris Evans, o ator está proibido legalmente de participar de uma produção da DC. Não se sabe se a cláusula é vitalícia ou por um longo período, sabe-se apenas que Chris usou a palavra “ilegal” para descrever a impossibilidade.

O curioso nisso é que outros estúdios não parecem estar envolvidos, já que Josh Brolin, que interpreta Thanos, dará vida também ao Cable no novo filme de Deadpool. Ou Michael B. Jordan, que deu vida ao Tocha Humana na versão mais recente de O Quarteto Fantástico, estará em um papel de destaque no novo filme do Pantera Negra.

About the Author

Calvo, Nerd, com sérios problemas mentais e psicológicos. Aceita um café?

%d blogueiros gostam disto: