Primeiras impressões: A Vigilante do Amanhã - Ghost in the Shell
Preloader

Nós do Oracullo tivemos a oportunidade de conferir 15 minutos do live action de A Vigilante do Amanhã – Ghost in the Shell produzido pela Paramount Pictures e tendo como protagonista Scarlett Johansson.

A trama se passa em um futuro totalmente tomado pela tecnologia. Em 2029 o ciberespaço expandiu a um ponto onde o natural e artificial são tênues (esse filme trará uma ótima discussão filosófica sobre homem e máquina) e vemos logo de cara a criação da android Major Mokoto Kusanagi (Scarlet Johansson), uma policial cibernética que procura levar justiça as ruas, em uma cena espetacular que remete muito o início da animação (isso fez brilhar os olhos) onde a personagem sofre um grave acidente em que somente o cérebro sobrevive, assim sendo transferido para um corpo de um andróide, tornado-o em um cyber-cérebro.

A partir desses 15 minutos posso afirmar: o filme está muito bem caracterizado, com um CGI espetacular e com diversas referências do anime. Como que praticamente um espelho do anime em live action, o trecho apresentado traz um pouco da ação do filme e possui um “salto de fé” (Capitão América agradece essa referência), remetendo a cena clássica em que a Major vai em missão evitar um hack a alguns diplomatas (mais uma cena de brilhar os olhos por remeter muito ao anime). Nessa sequência vemos o diálogo com o comandante da operação, Daisuke Aramaki, vemos o parceiro da Major e principalmente o mestre dos fantoches o vilão da trama. Mais uma vez tenho que ressaltar a caracterização desse filme está impecável.

Ao final desses 15 minutos, houve um compilado de cenas que trazem uma certa segurança de que o filme tem de tudo para dar certo. Várias referências de cenas do anime e outra vez temos um overview da caracterização e CGI, e sim, estou maravilhado com isso (assisti o anime antes desse footage).

Uma das críticas do filme fora Scarlett como a Major, pois alguns fãs realmente não aceitam a troca de gênero ou nacionalidade de personagens seja de games, quadrinhos, animes ou mangás. Isso em 15 minutos não incomodou, a atriz parece estar segura no papel pois parece muito com a sua interpretação da Viúva Negra, membro dos Vingadores da Marvel. Só que vemos uma Viúva Negra com poses mais duras por ela ser uma androide no filme. Outro ponto era o fato do filme se chamar A Vigilante do Amanhã aqui no Brasil, e durante o footage o diretor executivo da Paramount nos esclareceu que como eles querem criar essa nova franquia nos cinemas, eles precisavam de um nome que chamasse a atenção da grande população, porém mantendo o nome para não desrespeitar o clássico anime e mangá.

Recomendo que assistam no melhor IMAX que tiver em sua região pois é um filme colorido e vibrante e realmente é necessário uma grande tela para repararmos bem todos os detalhes que o filme apresenta. Em uma viagem panorâmica na Seção 9 (modo que representam as cidades) da cidade futurista você ficará um pouco perdido com tanta informação na tela.

Com direção de Rupert Sanders e tendo em seu elenco Scarlett Johansson, Michael Pitt, Rila Fukushima, Ghost in the Shell estreia nos cinemas no dia 30 de março.

Revisado por: Bruna Vieira.

About the Author

Founder do Oracullo, Founder e Mobile Leader na MobSmartUp, viciado em séries, filmes, livros e quadrinhos. #maytheforcebewithyou

%d blogueiros gostam disto: