"O Guardião Invisível é um thriller policial cativante e enigmático"
Preloader

O Guardião Invisível, da autora espanhola Dolores Redondo, é o primeiro da Trilogia Baztan. Este é publicado pela nossa editora parceira, Planeta de Livros Brasil.

Estou um pouco confusa em por onde começar esse texto. Ler O Guardião Invisível faz nascer seu interesse pela cultura hispânica. Eu já havia pesquisado sobre músicas, cinema, literatura e arte, mas não imaginava quão rica é a cultura envolvendo mitos/mitologia e lendas urbanas. Esse thriller policial é cativante e enigmático.

O que o livro tem? Serial Killer, possíveis seres mitológicos, corpos em decomposição, apresentação dos corpos lembrando rituais macabros, equipe de policiais com conflitos internos, detetive feminino superincrível, além de muitas outras coisas, compõem essa história intrigante e envolvente.

 

O cenário de boa parte da história é às margens do rio Baztán, onde os corpos são encontrados. Todos eles de garotas adolescentes. Além do corpo nu com marcas de estrangulamento por corda, o ambiente ainda é composto por pelos de diversos animais, vestígios de couro e rastros de “algo não humano”.

Rio Baztán.

 

Esse último detalhe faz referência a um ser mitológico muito popular na Espanha, o Basajaun, ou apenas o “Senhor da Floresta” ou “Senhor Selvagem”. A mitologia (basca e aragonesa) diz que esses seres tinham forma humana, com corpos peludos e cabelos longos que chegavam aos seus pés. E esse é um dos personagens mais incríveis do livro. Embora não seja necessariamente um personagem ativo.

Basajaun.

 

A história é protagonizada por Amaia Salazar, uma detetive extremamente competente e inteligente que se vê pessoalmente afetada pelos assassinatos por ocorrerem em sua cidade natal. Apesar dela se sentir preparada para lidar com os casos, com o decorrer da história somos apresentados a complicações absolutamente inesperadas.

No decorrer das investigações, a imprensa cria algumas teorias e acaba por ligar as mortes ao Basajaun, o que contradiz a mitologia. Essa figura é conhecida por ser um protetor dos rebanhos, sempre ajudando os pastores a cuidar dos bichos em troca de um pouco de pão. Mas Amaia é esperta o suficiente para perceber que apesar das coincidências, existe muita coisa oculta e que precisa vir à tona o mais rápido possível. E, com maestria, ela desvenda esse mistério.

 

 

 

Dolores Redondo cria uma trama intrigante e repleta de detalhes que possibilitam uma leitura fluida. É uma leitura muito recomendada para os amantes das novelas policiais bem como do gênero fantasia. Os personagens tem personalidades reais e cativantes, mal posso esperar para ler os próximos volumes.

 

 

 

 

Confira o Booktrailer:

Revisado por: Bruna Vieira.

About the Author

%d blogueiros gostam disto: