“My Shy Boss é um dorama que irá te surpreender muito”
Preloader

My Shy Boss, também conhecido como Introverted Boss/ Sensitive Boss, fora ao ar pela tvN no dia 16 de janeiro de 2017 com duas partes semanais, totalizando 16 episódios. O drama sul-coreano terminou na última terça-feira (14).

A história tem como tema o CEO de relações públicas Eun Hwan Ki (Yeon Woo Jin) que, embora ocupe uma posição respeitada, sofre muito por ser introvertido. Seus funcionários não compreendem suas ações e o julgam como um chefe tirano, arrogante e cético.
Entretanto toda a vida de Eun Hwan Ki está para virar de pernas para o ar após a admissão de Chae Ro Woon (Park Hye Soo), ela é o extremo oposto de seu chefe, sendo muito dinâmica e animada.

Mas nada são rosas, e a história não para por aí!

Três anos atrás a irmã de Chae Ro Woon se jogou da cobertura do prédio, e a empresa abafara o caso. Sua mãe perdera a vontade de viver e falecera em seguida, restando somente uma relação conturbada com o pai.
Chae Ro Woon quer descobrir o que levara sua irmã a cometer suicídio e qual fora o papel de Eun Hwan Ki nisso tudo, ela quer expor o CEO e se vingar, pois sua vida nunca fora a mesma.
Paralelo a isso, temos Kang Woo II (Yoon Park), o melhor amigo de Eun Hwan Ki que trabalha como o presidente da empresa, já que este não consegue falar e nem estar ao redor de muitas pessoas. Kang Woo II é caloroso e tem uma lábia que deixa todos aos seus pés, porém ele também é uma marionete nas mãos do pai de Eun Hwan Ki, sendo obrigado a se casar com a irmã, Eun Yi Soo (Gong Seung Yeon), em nome da empresa.
Será que Chae Ro Woon descobrirá a verdade sobre a sua irmã?
Há muito o que desvendar nessa história, e nada é o que parece.

Os primeiros episódios podem parecer ruins, pois nos traz a impressão de que não conseguiram acertar o tom do drama, mas após o quinto episódio o dorama toma a sua verdadeira forma e o telespectador consegue entender o que o mesmo quer transmitir.
My Shy Boss aborda as relações humanas e as discrepâncias entre os extrovertidos e os introvertidos. Além disso, mostra como essa relação é complexa e de como sofremos com a mesma. Eun Hwan Ki é tímido, mas é um exímio observador, e ele mal se comunica pois tem medo de falar algo que possa deixar o próximo constrangido, ou seja, ele pensa tanto no que e como dizer que no fim perde a oportunidade de fazê-lo. E as pessoas o julgam por isso.
Já Chae Ro Woon que é totalmente o oposto, é um pouco irritante nos primeiros episódios, mas se nos aprofundarmos na personagem percebemos que fora isso que quiseram passar. Ela é tão animada e quer tanto mudar o chefe, que parece que leva uma vida fácil e despreocupada. E com o passar dos episódios vemos que a vida dela é totalmente o oposto do que a personalidade dela passa.
Nos é mostrado também como Kang Woo II possui uma comunicação extraordinária, deixando todos ávidos em estar próximos a ele. No entanto, as aparências enganam, e muito.

Ademais, os personagens secundários são ótimos e hilários, deixando a trama bem balanceada. A OST complementa a trama, trazendo músicas animadas e dançantes, outras mais calmas e belas.

O que mais achei incrível nesse dorama é o modo que mostraram que não devemos mudar o nosso jeito de ser e nem fazer com o que o próximo faça o mesmo. Que ser extrovertido ou introvertido não deve ser tratado como uma doença ou como algo absurdo, e que temos apenas que aceitar nossas diferenças e ver a melhor forma de nos comunicarmos. Pode parecer algo singelo  modo que passo para vocês, mas a forma que é abordado na série é excepcional.
Competitividade, depressão, distúrbios de personalidade e relações entre colegas/amigos e família são alguns dos temas que My Shy Boss apresenta, trazendo personagens reais para a trama e colocando os telespectadores em constante reflexão.
O dorama fora dirigido por Song Hyun Wook e roteirizado pela Joo Hwa Mi (mesma dupla de Another Oh Hae Young), eles arrasaram e fizeram um drama que, ao assistir sem nenhuma pretensão, me envolvera e surpreendera fazendo com que ansiasse pelos próximos episódios.
Super recomendo.

About the Author

Licenciada em Letras, é tradutora, copidesque, revisora e colaboradora da área de livros do Oracullo. Viciada em Netflix, Doramas, animes, mangás e livros.

%d blogueiros gostam disto: