Governo pretende criar mais um imposto para taxar Netflix
Preloader

Parece que o novo Imposto Sobre Serviço (ISS) aprovado no fim do ano passado não será o único imposto que será cobrado sobre aplicativos como Netflix e Spotify. De acordo com o jornalista Ricardo Feltrin, o Governo Federal pretende adicionar uma nova taxa ao Netflix através da Agência Nacional do Cinema (Ancine) para arrecadar cerca de R$ 300 milhões do serviço até 2022.

A justificativa do governo seria usar este imposto como arrecadamento de fundos para o cinema nacional com a chamada Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional, ou Condecine. Se o imposto for aprovado, a Netflix terá de pagar uma taxa de cerca de R$ 7.000 para cada trabalho estrangeiro em seu catálogo com duração de mais de 50 minutos além de R$ 1.800 de taxa para cada episódio de uma série de fora do país. Em caso de produções nacionais a taxa fica por R$ 1450 por produto e R$ 364 por cada episódio de série ou novela.

Além do Condecine, o Planalto também cogita trabalhar em uma nova taxa para serviços de streaming como Amazon, Spotify e YouTube, o que acabaria resultando em um aumento dos preços das assinaturas.

About the Author

Fã de quadrinhos no geral, amante de Skyrim e filmes com explosões exageradas

%d blogueiros gostam disto: