"As dez personagens femininas mais poderosas da literatura"
Preloader
  • Por Bruna Vieira, Lorena Ávila, Raquel Moscardini, Raíza Soares e Guilherme.

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher nós, colaboradores da área de livros do Oracullo, montamos uma lista do que achamos ser as 10 personagens femininas mais poderosas da literatura, confira:

 

Rose Hathaway – Série Vampire Academy (VA)

Uma das personagens mais icônicas já criadas por Richelle Mead, Rose Hathaway é uma dampira (meio moroi e meio humana) e guardiã de sua melhor amiga e princesa moroi (vampiros), Vasilissa Dragomir. A série de seis livros aborda situações que ambas passam que trarão consequências arrebatadoras. Contendo romance, reviravoltas, fantasia, suspense, drama, ação e muito sangue, Academia de Vampiros é a melhor série de vampiros que já li.

Voltando a Rose Hathaway, a personagem no início é imatura, mas conforme os livros passam e ela vivencia novas experiências, ela se molda e amadurece, sem perder sua essência. Considero-a uma personagem poderosa pois com ela não tem “mimimi”. Rose chuta e soca e enfia a estaca na fuça dos Strigoi (vilões). Tem sempre uma resposta irônica, mas sabe a hora de ser séria. Uma personagem com defeitos de caráter e de personalidade. Respeitada, odiada e amada. Enfim, ela não é perfeita e é esta imperfeição que a faz tão fantástica.

 

Sydney Sage – Série Bloodlines, spin-off de Vampire Academy

 

Para quem amou a série anterior, este spin-off traz a alquimista Sydney Sage que se disfarça de estudante e convive diariamente com morois e dampiros. Para os alquimistas, estes seres sobrenaturais são abomináveis. Entretanto Sydney se depara com o diferente, mas não vê nada de mais. E isto faz com que ela reflita sobre as crenças impostas pelos alquimistas. Esta série possui menos ação que VA, entretanto introduz magia e mistério a trama, deixando a obra de fantasia bem mais elaborada, digamos. Richelle Mead tem uma criatividade incrível para o gênero.

Desde a apresentação de Sydney Sage nos livros finais de VA o leitor já percebe que ela é uma pessoa certinha, culta e que viera de uma criação rígida. Todavia, em Bloodlines Sydney atinge outro patamar ao questionar suas próprias crenças e preconceitos, se revoltando contra todas as mentiras impostas a ela. A personagem é forte e frágil, é séria e cômica, e literalmente poderosa.

 

Isolda – Tristão e Isolda

 

Tristão e Isolda, é uma lenda Irlandesa. História de tragédia e amor de uma princesa e um guerreiro, que vivem em um cenário de dominação e conflitos políticos. Os dois se apaixonam, mas para ficarem juntos terão de enfrentar perigos, desafios e a dor intensa consequente das tristezas que acometem suas vidas, o que eles não imaginam é que as fadas estarão sempre ao seu lado para os ajudarem a enfrentar o destino e a ficarem juntos.

Isolda é uma princesa que enfrenta muito sofrimento durante toda a sua vida, assim como o abuso, o machismo e a submissão às leis de uma sociedade que enxergava a mulher como um objeto. A personagem é forte, inteligente, sagaz e corajosa, em uma época que mulheres raramente manifestavam essas características por conta da constante repressão masculina. Isolda vê-se cercada por figuras machistas que tentam o tempo todo destruir a sua felicidade e a sua vida. Forte, Isolda luta pelo seu amor, mas principalmente pela sua liberdade, que acaba por encontrar na magia e na fantasia.

 

Galadriel – Contos Inacabados
Galadriel, senhora de Lóthlorien, é dona de um enorme poder, por ser uma importante elfa. Mas sua inteligência, persistência e orgulho a transformaram em uma figura feminina importantíssima dentro de sua história. Sua magia não provem apenas da sua alma poderosa e grandiosa, mas sim da sua incrível força e capacidade de enfrentar perigos, desafios, tristezas, e um mal que vai além das nossas percepções. Galadriel, nunca permitiu ser destruída ou humilhada, ela sempre foi sagaz e sábia, dona do próprio destino. Sua vida foi marcada por momentos de tragédia que somente ela poderia superar, mas nunca se deixou vencer, lutou contra tudo e todos pelo o que acredita e lutou contra ela mesma e seus instintos quando se deparou com a cobiça ou o desejo de possuir um poder que estava além de tudo. Com uma personalidade marcante, Galadriel também é doce, de um enorme coração e de grande compaixão. Destemida, respeitada, guerreira e imponente, essa inspiradora personagem foi criada por J.R.R.Tolkien. Os únicos registros de sua história esta no livro Contos Inacabados, no conto Galadriel e Celeborn.

 

Capitu – Dom Casmurro

Maria Capitolina Santiago. A dona dos olhos mais famosos da literatura brasileira ora “olhos de cigana oblíqua e dissimulada” outrora “olhos de ressaca”, o fato é que se os olhos são mesmo o reflexo da alma, a de Capitu será sempre um mistério para nós leitores. Descrita por um marido amargurado, Dom Casmurro, nos dá um vislumbre de uma mulher a frente de seu tempo, atrevida, sensual e, sem dúvida alguma forte.
Brienne – Game of Thrones 
Não podemos falar de mulheres fortes sem pensar em Game of Thrones. Brienne de Tharth é uma mulher forte, física e moralmente. Guerreira, hábil, protetora, teimosa e extremamente honesta. Apesar de ser uma personagem masculinizada é dona de olhos inocentes e uma certa delicadeza e zelo, que inspiram confiança.

 

Mariam e Laila – A Cidade do Sol

A Cidade do Sol traz a história de duas mulheres afegãs, Mariam e Laila, em uma trama brutal logo que o Talibã assumiu o Afeganistão. Elas se protegem indo contra tudo e todos em um país onde a violência a mulher é algo muito recorrente. Um enredo bonito e forte, com personagens no mesmo patamar.
Elizabeth Bennet – Orgulho e Preconceito

Uma mulher à frente de seu tempo, Elizabeth Bennet é questionadora e não leva desaforo para a casa, o que na Era Vitoriana era um ato de rebeldia. O que mais gosto no decorrer da história é a construção da amizade ente Elizabeth e o Sr. Darcy, que ocorre de uma maneira racional, real. A personagem clássica de Jane Austen, que usava suas histórias de modo a criticar a sociedade da Inglaterra no final do século XVIII, trouxera tempos ruins para autora, que fora descriminada no meio editorial na época. Tempos passados, hoje Jane Austen é vista como a rainha do gênero romance de época e seus personagens são cultuados no mundo todo.

 

Princesa Leia – Star Wars

A princesa Leia Organa que mais tarde viria a se tornar a general da resistência, é uma das personagens mais fortes que já conheci. Uma das maiores líderes da rebelião contra o Império. Ela mostrou que não era uma donzela indefesa.
Em sua primeira aparição na franquia Star Wars, Leia manteve segredo sobre a localização da aliança rebelde mesmo com ameaças ao seu planeta natal. Ela era destemida e não media esforços para salvar seu povo e seus amigos. Mais de 30 anos depois dos rebeldes conseguirem destruir a estrela da morte e acabar com o Império, novamente uma ameaça surge, e nossa amada princesa, agora chamada de General lidera a resistência contra essa nova ordem que está tomando conta da galáxia. Ela traz dentro de si uma enorme força e muita esperança. Imortalizada no cinema por Carrie Fisher, que nos deixou aos 60 anos em dezembro de 2016, o mundo nunca se esquecerá da mulher que deixou um legado, dando vida à princesa.
Alma Peregrine – Crianças Peculiares 
Miss Peregrine é uma personagem forte e protetora no universo criado por Ransom Riggs. Alma é uma verdadeira mãe, ela acolheu crianças que não se encaixavam no mundo e as deu um lar. Às vezes é uma personagem dura, outrora é muito sábia e tem um coração enorme. Ela coloca sua própria vida na frente de suas crianças e faz tudo o que pode para protegê-las.

 

E vocês? Quais são as personagens poderosas que mais gostam na literatura?

About the Author

Licenciada em Letras, é tradutora, copidesque, revisora e colaboradora da área de livros do Oracullo. Viciada em Netflix, doramas e livros.

%d blogueiros gostam disto: